7 razões pelas quais a Astrologia não faz sentido

3
54

A astrologia é uma das pseudociências mais antigas que se têm história. Apesar de seus 5 mil anos de existência sustentarem-se sem quaisquer evidências empíricas, a Astrologia ainda é extremamente popular – e entretente – pelo seu grau de convencimento. Eis algumas razões pelas quais a Astrologia não faz o menor sentido:

1. “A influência gravitacional dos astros é responsável pela personalidade.”

  Tanto a teoria gravitacional de Einstein e Newton quanto o Eletromagnetismo de Maxwell mostram, matematicamente, que a atração gravitacional entre os astros e os humanos são muito desprezíveis. Para você ter uma ideia, a atração gravitacional entre duas pessoas próximas conversando é 6 vezes maior que a atração de Marte e alguém aqui na Terra.

2. “Existe uma força não conhecida pela ciência que independe da distância.”

 Ora, por que então só os astros visíveis na terra são responsáveis por influenciar a nossa personalidade? Por que objetos e eventos astronômicos muito maiores e mais fascinantes (Como buracos negros, galáxias, supernovas e etc) não nos influenciam?

3. Existe uma Constelação do zodíaco extra.

  Os astrônomos e cientistas descobriram uma constelação do zodíaco chamada Ofiúco muito depois do surgimento da Astrologia. Por acaso você já viu alguém deste signo?

4. Estudo de Silverman¹

  O cientista Bernie Silverman analisou milhares de relacionamentos entre pessoas de signos “compatíveis” e “incompatíveis”. Conclusão: As pessoas casam-se e divorciam-se na mesma frequência, independente do signo.

5. Estudo de John A.P²

 Neste estudo, 23 mil pessoas de vários signos foram analisadas. Conclusão: Não havia nenhuma correlação em suas personalidades.

6. O movimento de precessão da Terra.

 Por volta de 4200 a.C., quando surgiram os primeiros escritos sobre os astros, a Astrologia e a Astronomia eram uma só. Enquanto a Astronomia se desenvolveu a partir do método científico, a Astrologia manteve-se estagnada. Assim, os dados astrológicos também permaneceram inalterados, e é ai onde a precessão entra!
          O movimento de precessão terrestre é um fenômeno causado pelas forças exercidas pelo Sol e pela Lua na Terra que fazem com que o planeta tenha uma inclinação de aproximadamente 23,5° em relação ao eixo com o Sol. A cada 26 mil anos, uma volta completa é dada entorno desse eixo.
         Esse movimento por se dar no pólo do planeta, acaba “mudando de lugar” as estrelas. A cada ano, a terra sofre uma movivento de precessão de cerca de 20 minutos (0°20’). Porém, em cerca de 2160 anos, a mudança já é de um mês de seu lugar de origem, ou seja, se hoje o dia 30 de março é considerado pertencente a Áries, daqui a 2000 anos será pertencente a Peixes, e assim sucessivamente até completar uma volta completa. Ou seja, o seu signo está errado!

7. Inúmeros outros estudos acadêmicos ³⁴⁵⁶⁷

Mas por que então a astrologia é tão convincente ao nos detalhar tão adequadamente?

           Em 1948, o cientista Bertram Forer deu um papel para cada estudante seu descrevendo-o a sua personalidade de maneira detalhada e pediu para que avaliassem de 0 a 5 o quanto que aquele texto o descrevia. A média da sala foi de 4,26.
           No entanto, todos os textos eram exatamente iguais!
          Assim, percebeu-se um efeito psicológico de identificação que certos textos causavam nas pessoas. Tal fenômeno foi batizado de Efeito Forer. ⁸
           O texto na íntegra que o Forer entregou aos seus alunos pode ser lido aqui.

Referências

1. Silverman, B.I Studies of Astrology. The Journal of Psychology. 1971, 77, 141-149
2. Innumeracy, Paulos J.A.
3. (Introversion-Extraversion:astrology versus psychology, Jan J.F. Van Rooij, Person. Individ . Diff. Vol. 16. No. 6, 985-988,1994.)
4. A Double Blind Test of Astrology, S Carlson, 1985, Nature, Vol 318, p. 419
5. Carlson S. Astrology. Experientia, Volume 44(4), 15 Abr, 1988, Páginas 290-297.
6. Suitbert Ertel. Geoffrey Dean; Are personality differences between twins predicted by astrology? Personality and Individual Differences, vol, 21, no. 3, pp, 449-454, 1996
7. Roger Culver e Philip Lanna. Astrology: True or False, (1988, Prometheus Books)
8. Forer, B.R (1949). “The fallacy of personal validation: A classrom demonstration of guilibility”. Journal of Abnormal and Social Psychology (American Psychological Association) 44 (1): 118-123.

CONTINUAR LENDO
Compartilhar
Artigo anteriorTurquia retira o ensino de evolução do currículo escolar
Próximo artigoVênus pode ter sido habitável, há bilhões de anos
Atualmente cursa Ensino médio integrado ao Técnico de informática em Informática no Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia de São Paulo (IFSP). É aficionado por filosofia e ciências exatas. Seus hobbies consistem em procrastinar e fingir que é inteligente por resolver integrais indefinidas na frente dos outros.

Deixe um comentário

3 Comentários em "7 razões pelas quais a Astrologia não faz sentido"

Notify of
avatar
Sort by:   newest | oldest | most voted
Merielle
Visitante

Aposto que é de capricórnio ou gêmeos pela inteligência e senso crítico. Kkkkkk brincadeira! Excelente matéria. Desmistificar é compreender.

rodrigo
Visitante

Bom texto

Renato
Visitante

excelente matéria, é a 1ªque leio completamente e confesso que além de muito bem escrita é muito elucidativa…pena que ainda hajam incautos pelo mundo levando suas vidas pelos parâmetros astrológicos…

wpDiscuz